João Alves-Carita

2011 / 11 Dezembro

Viajar


É oficial! É um dos meus vícios!
A viajar encontramos novas pessoas, novas culturas, novos dialectos… Com as viagens conseguimos ficar maravilhados com o que de novo se encontra perante os nossos olhos!
Foi isso que aconteceu nestes dias… foram mais de 1000km em 3 dias, mas um sem fim de estórias para contar! Nessa viagem fui visitar Marialva, a aldeia histórica do concelho de Mêda. Uma pequena aldeia ‘à Asterix’ que terá combatido a resistido às invasões romanas, dos Bárbaros e de Árabes. Uma das primeiras aldeias do país, fundada por D. Afonso Henriques, atribuindo-lhe a carta de foral em 1179, concedendo-lhes o privilégio de só terem um senhor, o Rei. O objectivo era que as pessoas povoassem o interior do reino num local onde se faziam grandes e importantes trocas comerciais (tanto que nessa carta foral se podia ler que quem raptasse uma rapariga de fora da vila e ali fosse viver pagava apenas 300 soldos ou se tivesse dívidas, estas caducariam ao fim de seis meses).
D. Dinis reforçou a importância desta vila concedendo à feira mensal de Marialva o título de ‘vila franca’, onde os feirantes estavam isentos de impostos e até os ladrões poderiam comercializar o saque.

Outra das particularidades desta vila (hoje aldeia histórica) era que os seus habitantes para não sentirem saudades da terra natal e de lavrarem os campos, plantavam oliveiras no centro de cada casa. Essa realidade é ainda hoje mantida pelos habitantes da actual Marialva, que todos os anos fazem a apanha da azeitona dentro das muralhas!

A minha visita a Marialva esteve envolvida num manto branco de nevoeiro, que deu ainda um maior misticismo à aldeia!

No comments so far.

LEAVE YOUR COMMENT