João Alves-Carita

2011 / 31 Março

Quarto escuro


Fecho os olhos…

A noite tinha chegado sem se dar por ela, mas o estore permanecia semi-fechado…

trespassavam-no raios do candeeiro lá fora…

gosto desta luz, deixa-me ver-te o rosto.

E as tuas feições eram também iluminadas por essa luz que teimava em entrar num quarto que estava ‘fechado’ para o exterior.

De olhos fechados vejo as minhas mãos a percorrer o teu corpo…

De olhos fechados sinto a nossa respiração como se de uma só se tratasse…

 

… e volto a fechar os olhos…

… porque as melhores imagens não são aquelas que vemos no momento, mas aquelas que perduram na nossa memória!

No comments so far.

LEAVE YOUR COMMENT