João Alves-Carita

2011 / 25 Fevereiro

Pessoas…


Pessoas… 
dito assim pode parecer depreciativo, mas não é… são elas a razão de tudo o que me rodeia!
Pessoas… 
elas mostram-nos o mundo, os vários mundos! Cada pessoa é diferente, única, singular, vale por si só embora estejamos constantemente a realçar apenas o negativo.
Pessoas… 
cada vez que conhecemos uma pessoa nova somos transportados para o próximo nível. Elas fazem-nos crescer, ensinam-nos a viver, a reagir… só temos a aprender com elas!
Pessoas… 
são seres naturalmente carrancudos… o seu dia-a-dia deprime-os! Vão num marasmo de seres para o trabalho, regressam para casa… em transportes públicos, em filas intermináveis de trânsito… São um em centenas! Mas um! E essa unidade mata! Causa dor, sofrimento… como toda a solidão!
Pessoas… 
são seres aptos a viver em sociedade mas privilegiam o individualismo… O sentido de auto-preservação é muito maior do que o do ‘bem comum’… serão mesmo seres racionais?
Pessoas… 
mesmo no seu dia-a-dia cinzento não resistem a um pedacinho de cor… cor que é trazida por pessoas mais pequeninas, as crianças… elas conseguem pôr um sorriso (embora leve) em qualquer pessoa carrancuda.
Pessoas… 
elas não são seres a 1D ou a 2D… temos várias dimensões… quem consegue ignorar uma das suas dimensões/realidades enquanto ser activo em todas as outras não é uma pessoa… é um robô, uma máquina… ou isso então é só cinismo e hipocrisia.
 Pessoas… 
são como telas… cada momento da sua vida constitui um traço do pintor… o contacto do pincel na tela pode ser mais suave ou mais carregado, conforme as marcas da vida… foram quadros abstractos (quase todas elas), mas se assim não fosse não eram pessoas…
Pessoas…
são sujeitos activos e passivos da acção… são actores e observadores ao mesmo tempo… E o melhor observador é aquele que consegue fechar os olhos. Depois de contemplar uma paisagem, uma pessoa, ou um momento, fecha os olhos e nesse momento, de olhos fechados, percebe o que verdadeiramente reteve da imagem anterior. Os detalhes, as cores, as formas, aquilo que verdadeiramente torna especial a imagem que antes se apresentava perante os seus olhos. Se várias pessoas o fizerem em simultâneo, cada uma delas irá reter imagens diferentes… porque cada pessoa é diferente e nos mostra o mundo, os vários mundos…
Pessoas… 
pode parecer depreciativo, mas não é… Eu tenho uma paixão enorme pelas pessoas e por todos os seus segredos e mistérios!
 
Pessoas…

LEAVE YOUR COMMENT