João Alves-Carita

2010 / 25 Junho

LS


No comboio da linha de Sintra encontramos de tudo um pouco… e tudo é passível de ser descrito aqui neste humilde blogue!
Na vinda para cá entra uma mulher magra… ou melhor, muito magra… um aspecto medonho… miserável… suja até!
Ela chamava a atenção por onde passava… mas não era por nenhuma ‘curva’… chamava à atenção pelos piores motivos… era prostituta… e possivelmente também devia andar ‘agarrada’!
Sentou-se à minha frente e a outra mulher que estava no conjunto dos bancos levantou-se nesse instante… estava só ali eu e aquela ‘rejeitada da sociedade’… será que a SIDA se transmite pelo ar? ou será que por estarmos perto de uma prostituta somos contagiados com alguma coisa?
Enfim, adiante…
Debaixo dos braços trazia os 3 jornais gratuitos… o Global, o Destak e o Metro… Abre o primeiro e folheia as folhas rapidamente… como se já soubesse o que ia procurar… à medida que folheava o jornal humedecia o dedo fino e sujo de terra para facilitar e dessa forma as folhas se agarrassem melhor!
Passa a secção de política, internacional, sociedade, desporto, classificados… e para numa das últimas páginas… a do horóscopo… com entusiasmo lia o que ‘o futuro lhe reservava’… fechava de novo a cara e dobrava o jornal para o colocar debaixo do rabo…
Vamos ao próximo! A operação repetiu-se…
Passa a secção de política, internacional, sociedade, desporto, classificados… e para numa das últimas páginas… a do horóscopo… com entusiasmo lia o que ‘o futuro lhe reservava’… fechava de novo a cara e dobrava o jornal para o colocar debaixo do rabo…
Só restava um… não sei se ela se apercebeu da minha curiosidade para toda esta história… a verdade é que quando puxou do último jornal suspirou… “Vamos ver se é desta que a minha sorte vai mudar!”
Entendi tudo… numa vida onde não há grande vida… onde a vida passa por outras vidas… onde se despreza o valor da vida… só nos resta a esperança… a esperança e o horóscopo escrito por alguns ‘iluminados’ que vêem o além…
Ultimo jornal… e a mesma operação… Passa a secção de política, internacional, sociedade, desporto, classificados… e para numa das últimas páginas… a do horóscopo… agora fechava os olhos… como que a pedir a um Deus que lhe mudasse o rumo da vida… um leve sorriso surgia naquele rosto sujo e calejado… não sei o que dizia o horóscopo… mas deve ter-lhe dado alento para voltar ao seu dia-a-dia ‘normal’…
E aquele sorriso marcou o meu dia… como se tratasse do sorriso de uma criança inocente… que ainda guarda os seus sonhos intactos…
  • No fundo somos todos prostitutas (nao interpretar mal!) a procura de pequenos sinais que nos digam que tudo vai melhorar e que rumo seguir

    Responder
  • Amei este post.
    realmente quanto estas pessoas passam diariamente ao nosso lado, e nós preocupados com o nosso mundo, nem prestamos atenção aos outros: a vida que tem, as dificuldades que enfrentam diariamente, e que ainda assim uma simples “palavra amiga”, escrita num mero jornal, pode servir para as fazer sorrir.
    um post sem dúvida que interpela e faz pensar.parabens joao;)

    Responder
  • Estes dois ultimos posts fazem com que se pare e pense de facto o que andamos cá a fazer! Em relação a este post, o que posso dizer é que realmente se observassemos mais o que nos rodeia sem um olhar tão critico e mais compreensivo mais humano, o mundo deixava de ser tão egoista e hipocrita. Há sempre alguem que prefere seguir em frente mentalizando-se que o mundo é perfeito, sem quaisquer carências sociais! Mas emfim infelizmente isso haverá sempre!
    Estas pequenas observações feitas no comboio, no autocarro são muito das vezes “ricas”, pois permitem reflectir, que no fundo somos uns sortudos pela vida que temos e que se nos lamentaxemos menos faziamos mais por nós e pelos outros! =) No fundo sao realidades como esta que marcam os dias rotineiros com alguma diferença!

    Responder

LEAVE YOUR COMMENT