João Alves-Carita

2010 / 17 Julho

Essa presença ausente…


http://1.bp.blogspot.com/_wDr_whpf5cM/SiRGxS012NI/AAAAAAAABEo/EdmTz4vNiDM/s400/timidez.jpgDei por mim a pensar que naquelas situações em que estamos rodeados de gente, no meio da multidão, podem ser as situações onde estamos mais sozinhos e isolados!
Estranho? Não se pensarem… ora vejamos, hoje em dia, em plena hora de ponta nos transportes públicos o que não falta são óculos escuros, auscultadores, livros, jornais… pelas mais variadas razões!
Uns não querem que a pessoa da frente veja as olheiras, sinónimo de uma noite mal dormida ou muito bem vivida… outros não quererão que se note o olho negro fruto de um treino de alguma arte marcial ou de violência doméstica…
Não querem…
…e então ficam isolados no meio da multidão…
… estão presentes de forma ausente!
Outros há que não querem ser incomodados… com uns auscultadores, a ler um livro ou o jornal gratuito parece que criam à sua volta uma ‘bolha’ que repele o outro!
Ninguém arrisca a incomodar alguém na sua leitura ou a curtir a bela música…
Não querem…
…e então ficam isolados no meio da multidão…
… estão presentes de forma ausente!
Mas felizmente há excepções! As crianças, essas não estão nem aí… todos os dias são uma aventura e uma diversão! Qualquer coisa é motivo de um riso, uma brincadeira, uma gargalhada, uma birra (que também faz parte)… e o que fazem os ‘outros’ nesta altura? Os dos óculos desviam o olhar contra o sol como que a justificar o seu uso, os dos auscultadores aumentam o volume do som e os leitores enterram o focinho na sua leitura… eles não querem! Mas depois há aqueles que mesmo de óculos escuros, a ler ou a ouvir música conseguem acordar dessa vivência amorfa e responder com um sorriso…
Ainda bem que no meio de ‘presenças ausentes’ e de pessoas tristes e carrancudas há quem consiga esboçar um sorriso ou uma gargalhada que diga, não dizendo: vale a pena viver!

No comments so far.

LEAVE YOUR COMMENT