João Alves-Carita

2012 / 8 Setembro

Alcoolémia – Não sei se mereço


Acabou-se a sorte
Começou o meu azar
Não cumpri a minha parte
Agora tenho que ir trabalhar

Acabou-se a boa vida
É preciso lutar
Já não tenho mais oportunidades

Vou recomeçar
Vou começar uma vida nova
Ainda há tempo para mudar
Qualquer dia estou com os pés para a cova
E não quero acreditar

Não sei se mereço
Esta vida de cão
Tudo o que vejo tem um preço

E eu não tenho um tostão
Será que mereço
Nunca fiz mal a ninguém
Estou perdido não tenho nada
Vou chamar a minha mãe

Sei que a vida não dura sempre
tempo passa devagar
Tenho tempo para rir
Tenho tempo para chorar

Voltas e voltas
E que grande confusão
Um homem anda aqui à toa
Nem sinto os pés no chão

Refrão

No comments so far.

LEAVE YOUR COMMENT