João Alves-Carita

2010 / 29 Setembro

A cruz †


Lembram-se da Jana?
Tinha ficado pendente contar-vos a história da cruz que ela me tinha dado!

Durante a minha estadia na ‘colina’ andei com ela ao pescoço e tirava-a nos momentos em que queria rezar mais intensamente ou quando alguma música em especial me tocava e dizia algo… nestes momentos era inevitável largar uma ou outra lágrima (ou um montão delas)!

Tornou-se a minha cruz! Aquilo que me ligava ao divino mas também o que me transportava de novo à terra e aos meus problemas e às pessoas! E é essa ligação que eu quero continuar a manter com a cruz! Mas já lá vamos…
Na minha última semana, quebrei o meu período de silêncio (explicá-lo fica para segundas núpcias) para falar com o ir. Alois… e no final da nossa conversa pedi-lhe que abençoasse a cruz! Expliquei-lhe o que ela significava para mim e pedi que tivesse a Jana nas suas orações que eu teria nas minhas! Foi um momento mágico e magnífico!
Para terminar, resta saber onde anda então essa ‘famosa’ cruz! Não a tenho mais ao pescoço… no domingo da partida da Jana descobri imediatamente o que iria fazer com ela! E foi essa uma das primeiras coisas que fiz quando cheguei a Portugal!
A cruz está agora presa no braço da minha guitarra! Porque aquilo que ligava Jana a Deus e aquilo que fez com que criássemos uma relação tão forte foi a música… e embora não seja nenhum prodígio na música (longe disso), cada vez que tocar guitarra quero estar próximo de Deus e da Jana… e penso nela! Por isso não estranhem em ver uma cruz pendurada na minha guitarra! É uma homenagem a alguém muito especial!

No comments so far.

LEAVE YOUR COMMENT